Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
Logon

Liderança

​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​Liderança

​​​​​Con​selho de Administração

Órgão de deliberação colegiada que realiza a supervisão e controle das atividades da Companhia, exercendo responsabilidades concretas em relação à estratégia, a fixação da orientação geral dos negócios da Companhia, encomendando a gestão ordinária dos negócios aos órgãos executivos.

É composto por 7 (sete) membros titulares e até 7 (sete) suplentes, os quais são eleitos pela Assembleia Geral, para um mandato de 2 (dois) anos, podendo ser reeleitos. Dos 7 (sete) membros do Conselho de Administração da Energisa, um assento compete ao acionista minoritário​.​GIF IV Fundo de Investimento em Participações ("GÁVEA") nos termos do Acordo de Voto firmado com o acionista controlador Gipar S.A.

Composição do Conselho de Administração da Energisa em 2016.

Presidente

IVAN MÜLLER BOTELHO

81 anos, membro do Conselho de Energia da Associação Comercial do Rio de Janeiro (ACRJ), do Conselho de Empresários da América Latina (CEAL), do World President Organization (WPO) e da Academia de Engenharia. É engenheiro eletricista formado pela University of Miami. Representante majoritário.

Vice-Presidente

RICARDO PEREZ BOTELHO

55 anos, atuou como Engenheiro Eletrônico na CFLCL, na GTE Laboratories e na GTE Communications Products - Tempe, no Arizona (EUA). Foi chefe de Equipe de Desenvolvimento da Micron Technology - Signal Processing Group, no Arizona (EUA) e diretor de empresa de componentes eletrônicos e têxtil no Brasil. Atualmente, é Presidente do Grupo Energisa, vice-presidente do Conselho de Administração da Energisa Sergipe, Energisa Paraíba, Energisa Borborema e Energisa S/A. Formou-se em engenharia eletrônica pela Pontifícia Católica do Rio de Janeiro e especializou-se em Microeletrônica na Arizona State University. Graduou pela Harvard Business School (PPL) em 2014.

Conselheiro INDEPENDENTE

OMAR CARNEIRO DA CUNHA SOBRINHO

68 anos, ex-presidente da Shell do Brasil S/A e da Billiton Metais S/A, foi também presidente da AT&T Brasil Ltda. Atualmente, é vice-presidente da Associação Comercial do Rio de Janeiro e membro da administração da Brazilian Fast Food Corporation. É formado em Economia pela Universidade de Ciências Políticas e Econômicas do Rio de Janeiro. Representante majoritário.

Conselheiro INDEPENDENTE

MARCÍLIO MARQUES MOREIRA

83 anos, ex-membro do Conselho de Administração do BNDES, ex-vice-presidente e membro do Conselho de Administração do Grupo Unibanco, foi também Embaixador do Brasil junto ao Governo dos Estados Unidos da América, Ministro da Economia, Fazenda e Planejamento e Assessor Especial da Prefeitura Municipal da Cidade do Rio de Janeiro. Hoje é consultor internacional sênior da Merril Lynch & Co e membro dos Conselhos Consultivos da American Bank Note-Brasil, Marsh & McLennan Companies e da Embratel. Bacharel em Direito pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ. Representante majoritário.

Conselheiro

ANTÔNIO JOSÉ DE ALMEIDA CARNEIRO
72 anos, atuou como diretor das empresas Multiplic Empreendimentos e Comércio Ltda, Sobrapar Sociedade Brasileira de Organização e Participações Ltda, Agropecuária Ponte Nova Ltda, Multiplic Ltda e 196 Participações Ltda. Concluiu o Ensino Médio no Colégio Estadual de Minas Gerais. Representante minoritário.

CONSELHEIRO

MARCELO HUDIK FURTADO DE ALBUQUERQUE

38 anos, é administrador e mestre em finanças pelo Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais (IBMEC), do Rio de Janeiro. Anteriormente, trabalhou no Banco Santander (Brasil) S.A., AG Angra Investimentos e Grupo Icatu. Foi membro do conselho de administração do grupo American Glass Products e da Transmissora Aliança de Energia Elétrica S.A. Sócio e membro do Comitê de Investimentos da Gávea Investimentos e membro dos seguintes órgãos: Comitê de Investimentos do FIP Coliseu, Comitê de Supervisão do Fundo Crédito Corporativo Brasil - FIDC, Conselho de Administração e de Finanças e Governança da Enesa Participações S.A., Comitê de Investimentos do FIP Sondas, Conselho de Administração e dos Comitês Financeiro e de Novos Negócios da Sete Brasil Participações S.A. 

CONSELHEIRO 

LUIZ HENRIQUE FRAGA
54 anos, sócio-fundador da Gávea Investimentos, é membro dos Comitês de Investimento de Private Equity e Imobiliário, Comitê de Valuation de Private Equity, do Comitê Executivo e do Comitê de Remuneração do Grupo Gávea e responsável pela área de Private Equity. Entre 1994 e 2002, foi presidente da Latinvest Asset Management e sócio da Globalnvest Management Co., uma das maiores empresas independentes de gestão de recursos dos Estados Unidos (value investing em renda variável na América Latina). Desde 1994, as operações da Globalvest foram concentradas no mercado brasileiro, através da Latinvest. Supervisionou as iniciativas da empresa na área de venture capital através da LatinTechCapital. Anteriormente, trabalhou na Bear Stearns (BS) como diretor para Mercados Emergentes e chefiou as atividades de fusões & aquisições e finanças corporativas do BS no Brasil. Ocupou posições de chefia nas áreas de trading de renda fixa e renda variável, sendo responsável pela carteira proprietária da BS na América Latina. Foi diretor da filial do Unibanco em Nova Iorque e trabalhou na divisão de finanças corporativas do Citibank no Brasil. É graduado em Economia pela Pontifícia Universidade Católica no Rio de Janeiro Luiz, com MBA em Finanças pela American Graduate School of International Management (Thunderbird).

CONSELHEIRO 

ANDRÉ LA SAIGNE DE BOTTON

79 anos, é presidente da ACV Comércio e Participações e da SPA do Brasil S/A; membro dos Conselhos de Administração da NRF - National Retail Federation (New York), GAM - Global Asset Management Emerging Markets Multi-Fund I e II (Londres), Makro Brasil Atacadista, Supergasbras S/A - Distribuidora de Gás, Ceras Jonhnson do Brasil, Propay do Brasil, Pronatura - Fundação para Proteção da Natureza e da Vida Selvagem, The Nature Conservancy (Brasil), Conservation Internacional Brasil, Fundação Santa Ignez, International Adivisory Council of the Americas Society (New York) e Novo Horizonte. Formou-se em Economia pela Georgetown University. Representante majoritário.


Conselheiro

MARCELO SILVEIRA DA ROCHA
73 anos, natural de Rodeiro- MG é engenheiro agrônomo formado pela Universidade Federal de Viçosa-MG e atualmente é conselheiro de todas as distribuidoras do Grupo e mentor dos jovens executivos. Atua no Grupo Energisa há 49 anos tendo nele ocupando diversos cargos. Foi admitido na então CFLCL – Companhia Força e Luz Cataguazes Leopoldina, atual Energisa Minas Gerais, para implantar um Departamento de eletrificação rural, passando, posteriormente, ao Departamento de Consumidores, à Superintendência Administrativa e Financeira e à Diretoria, a partir de 1977. Foi diretor presidente da Energisa Paraíba, Energisa Borborema Energisa Sergipe e Energisa Mato Grosso do Sul. Foi ainda ex-Diretor Administrativo e Financeiro e ex-Diretor de Relações com o Mercado da atual Energisa Minas Gerais. Ex-membro do Conselho de Administração do ONS- Operador Nacional do Sistema Elétrico, ex-diretor da ABCE- Associação Brasileira de Concessionárias de Energia Elétrica e ex-vice-presidente da Associação Comercial de Sergipe. ​

SUPLENTE

MAURÍCIO PEREZ BOTELHO
54 anos, foi analista de Projetos da Dow Corning Corporation (Midland - USA) e assistente financeiro do vice-presidente da American Express Bank (New York). Formou-se em Engenharia Mecânica pela Universidade Gama Filho e em Finanças pela Tutane University School of Business (New Orleans - USA). Representante majoritário.

suplente

PEDRO BOARDMAN CARNEIRO
28 anos, graduado em Engenharia de Produção pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro(PUC-RIO). Foi sócio e operador de Mercado Financeiro da Dinâmica Investimentos e Empreendimentos; ex-estagiário do Banif - Banco Internacional do Funchal (Brasil) S.A. e da Corretora Liquidez. Representante minoritário.

SUPLENTE

ANDRÉ LA SAIGNE DE BOTTON
79 anos, é presidente da ACV Comércio e Participações e da SPA do Brasil S/A; membro dos Conselhos de Administração da NRF - National Retail Federation (New York), GAM - Global Asset Management Emerging Markets Multi-Fund I e II (Londres), Makro Brasil Atacadista, Supergasbras S/A - Distribuidora de Gás, Ceras Jonhnson do Brasil, Propay do Brasil, Pronatura - Fundação para Proteção da Natureza e da Vida Selvagem, The Nature Conservancy (Brasil), Conservation Internacional Brasil, Fundação Santa Ignez, International Adivisory Council of the Americas Society (New York) e Novo Horizonte. Formou-se em Economia pela Georgetown University. Representante majoritário.

SUPLENTE

GABRIEL DE ANDRADE LEVY

 32 anos, é bacharel em economia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) e mestre em finanças pelo (IBMEC-RJ). Anteriormente trabalhou na Gávea investimentos e foi analista de ações e membro do Comitê de Investimentos no Modal Asset Management. Também foi sócio da Sparta Fundos de Investimentos, atuando como estrategista e gestor de ações.​​

Diretoria Executiva

A Diretoria Executiva da Energisa poderá ser composta por até cinco membros, os quais podem ser acionistas ou não.

Os membros são eleitos pelo Conselho de Administração para mandato de um ano, podendo ser reeleitos. Findo seus mandatos, permanecerão em seus cargos até a investidura dos novos diretores eleitos.

Composição da Diretoria em maio de 2014.

Diretor-Presidente

RICARDO PEREZ BOTELHO

55 anos, Engenheiro Eletrônico com atuação na CFLCL, GTE Laboratories e GTE Communications Products - Tempe, no Arizona (EUA). Foi chefe de Equipe de Desenvolvimento da Micron Technology - Signal Processing Group, no Arizona (EUA) e diretor de empresa de componentes eletrônicos e têxtil no Brasil. Atualmente, é Presidente do Grupo Energisa, vice-presidente do Conselho de Administração da Energisa Sergipe, Energisa Paraíba, Energisa Borborema e Energisa S/A. Formou-se em engenharia eletrônica pela Pontifícia Católica do Rio de Janeiro e especializou-se em Microeletrônica na Arizona State University. Graduou pela Harvard Business School (PPL) em 2014.

Diretor Financeiro e Diretor de Relações com Investidores

MAURÍCIO PEREZ BOTELHO

54 anos, foi analista de Projetos da Dow Corning Corporation (Midland - USA) e assistente financeiro do vice-presidente da American Express Bank (New York). Formou-se em Engenharia Mecânica pela Universidade Gama Filho e em Finanças pela Tutane University School of Business (New Orleans - USA).

Diretor de Suprimentos e Logística

GUSTAVO NASSER MOREIRA

Brasileiro, 41 anos, é graduado em administração de empresas pela Universidade Federal de Juiz de Fora e MBA Executivo em Finanças pelo Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais (IBMEC-RJ). Possui 18 anos de experiência profissional, com carreira desenvolvida nas áreas de finanças corporativas, controladoria, planejamento financeiro e gestão de custos, em grandes corporações como Mercedes-Benz do Brasil, Coca-Cola e Energisa. Ingressou na antiga Companhia Força e Luz Cataguases Leopoldina em dezembro de 2001, onde ao longo destes 14 anos ocupou os cargos de analista de finanças corporativas e gerente corporativo de projetos econômico-financeiros, sendo responsável nos últimos anos, dentre outras atividades, pelo desenvolvimento e condução de diversos projetos que agregaram relevante valor aos acionistas do Grupo Energisa. ​

Diretora de Gestão de Pessoas

DANIELE ARAÚJO SALOMÃO CASTELO

38 anos, é Administradora de Empresas, pela Universidade Federal do Ceará, com Especialização em Finanças Corporativas e MBA em Gestão pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Iniciou sua carreira no segmento de Telecomunicações, onde atuou em diversas funções até ocupar a posição de Gerente de Gestão Empresarial da Oi e Telemar. É atual Diretora de Gestão de Pessoas e Comunicação das empresas Energisa S/A, Energisa Minas Gerais - Distribuidora de Energia S.A., Energisa Nova Friburgo - Distribuidora de Energia S.A., Energisa Borborema - Distribuidora de Energia S.A., Energisa Paraíba - Distribuidora de Energia S/A e Energisa Sergipe- Distribuidora de Energia S/A. 

vice-presidente de Regulação 

ALEXANDRE NOGUEIRA FERREIRA 

 41 anos, é economista formado pela Universidade Federal de Viçosa - MG. Atua no Grupo Energisa há 16 anos, no qual exerceu várias funções nas áreas financeiras e de regulação, como Diretor de Regulação, Gerente de Regulação e Coordenador de Regulação. Também é Conselheiro Suplente da Associação Brasileira dos Distribuidores de Energia Elétrica – ABRADEE. 

Conselho Fiscal

De acordo com a Lei das Sociedades por Ações, o conselho fiscal é um órgão societário independente da administração e dos auditores externos. O conselho fiscal pode funcionar tanto de forma permanente quanto de forma não permanente, caso em que atuará durante um exercício social específico quando instalado a pedido dos acionistas que representem, no mínimo, um décimo das ações com direito a voto, ou 5% das ações sem direito de voto e cada período de seu funcionamento terminará na primeira assembleia geral ordinária após a sua instalação.

As principais responsabilidades do conselho fiscal consistem em fiscalizar as atividades da administração, rever as demonstrações financeiras da companhia e reportar suas conclusões aos acionistas. A Lei das Sociedades por Ações exige que os membros do conselho fiscal recebam remuneração de, no mínimo, 10% do valor médio pago anualmente aos diretores da companhia. A Lei das Sociedades por Ações também exige que o Conselho Fiscal seja composto por, no mínimo, três e, no máximo, cinco membros e seus respectivos suplentes.

O Estatuto Social da Energisa prevê um Conselho Fiscal de caráter não permanente, eleito unicamente a pedido dos acionistas da Companhia em assembleia geral. O Conselho deve ser composto de no mínimo 3 (três) e no máximo 5 (cinco) membros e suplentes em igual número. Atualmente a Energisa não tem Conselho Fiscal instalado.​

Conselho Consultivo

O Conselho Consultivo poderá ser eleito pelo Conselho de Administração, e quando instalado, será composto por até seis membros, acionistas ou não, com mandato de um ano, sendo permitida a reeleição.

Entre suas responsabilidades estão: aconselhar a administração na orientação dos negócios sociais; pronunciar-se sobre assuntos ou negócios que lhes forem submetidos a exame; e transmitir ao Conselho de Administração informações e dados técnicos, econômicos, industriais ou comerciais concernentes aos objetivos sociais, apresentando sugestões e recomendações.

Atualmente, a Energisa não tem Conselho Consultivo instalado.​​

​​​